Agora, apenas o aroma…

Aqui estou, sentada nesse Café, compartilhando de um desejo maravilhoso de um amigo que adoro. Sim, compartilho do desejo de deixar nessas linhas, o mais puro e delicioso café já feito. Fico feliz por estar aqui, fico feliz por começar com essas linhas tortas que o tempo colocará refinada sobre as mesas daqueles que se dispuserem a lê-las.

Para ser bem franca, tudo o que desejei no exato instante em que disse “sim”, foi trazer à essas páginas, um pouco da alegria de estar ao lado da pessoa “certa” no momento “certo”. Nesse momento que chamamos de agora, sinto o aroma da doce companhia, um perfume forte, marcante como o de um simples e puro capuccino… Não dói senti-lo. Apenas lateja na alma a imensa vontade de responder à altura, o papel que me foi cedido. Sentada nesse Café, observo a rua silenciosa, absoluta. Pego-me pensando se conseguirei deixar espalhadas nessa mesa, as palavras carregadas de sentimentos que me trouxeram até aqui. Lembro-me de frases soltas. Lembro-me de poemas, letras de músicas. Músicas que falam mais sobre nós do que nossos lábios seriam capazes de deixar escapar.

Aromas tão delicados… E parafraseando as palavras do Homem do Cafezinho, gostaria de deixar translucido como água que não houve, nem há (ainda) nada entre nós além de uma belíssima amizade. É ele, com toda a certeza, um dos amigos mais sinceros que encontrei nos últimos tempos. Com ele, posso dividir tudo, e dentre o tudo, o mais importante: meus sentimentos. 

Termino esse primeiro e “seco” post, agradecendo a amizade e a confiança. Agradeço por estar por perto quando preciso. Agradeço por atender aos telefonemas e responder às mensagens. Agradeço ao leitor, que talvez até mais que nós seja parte desse Frapê de Capuccino, que o Homem do Cafezinho e eu mostramos tanto prazer em servir… Termino com a certeza de que todos os que passarem por aqui, levarão algo de nós. E que eu, embora sendo apenas aquela que lhe traz uma xícara à mesa, guardarei sempre comigo, a deliciosa sensação de experimentar um bom café… (A Tia do Café)

Anúncios
Published in: on agosto 31, 2008 at 11:05 pm  Comments (1)  

The URI to TrackBack this entry is: https://frapedecapuccino.wordpress.com/2008/08/31/agora-apenas-o-aroma/trackback/

RSS feed for comments on this post.

One CommentDeixe um comentário

  1. Que mais posso eu dizer agora, depois de tão intensa chegada?

    Apenas, mais uma vez, meus votos de boas vindas e meu agradecimento pelo aceite…


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: